O que importa é viver

Já morreram mais de 300 000 pessoas. Se acha pouco pense que essa quantia de gente equivale a população da cidade de Petrópolis, ou de Santarém, ou de Palmas, ou Camaçari, ou Mossoró, ou Suzano, pense por um momento em uma dessas cidades sendo riscadas do mapa, isso é ocorreu nos últimos meses. Tem morrido mais de 3000 pessoas por dia, se acha pouco, pense nos inúmeros acidentes aéreos que tivemos e que comovem a imprensa por dias e produzindo uma quantidade de mortes que beira a casa dos 200 nas piores das hipóteses. Pensando dessa forma, seriam necessários 15 acidentes de avião para produzir 3000 mortes num só dia. Quer mais números? Estima-se que morreram 1500 passageiros no náufrago do Titanic, então seriam necessários dois Titanic afundando para produzir 3000 mortos. Para o trágico dia de 11 de setembro de 2001 em Nova Iorque, estima-se a morte de 2996 mortos, isto é, mesmo um ataque terrorista tão trágico ainda não supera as perdas que estamos tendo todos os dias aqui no Brasil. Resumo da ópera, morrer todo dia mais de 3000 pessoas da mesma causa é loucura, e mais loucura ainda é que isso se repita dia a dia, fazendo com que fiquemos indiferentes a isso. 

O que podemos fazer? Na verdade, podemos fazer muito pouco, o grosso de tudo que consiste em vacinas, lockdown para descolapsar o sistema de saúde e auxílio emergencial para manter as pessoas em casa, só podem ser feitos pelos governos, são ações grandes que estão fora do nosso alcance. Nós só podemos mesmo é nos cuidar, fazer tudo para preservar a vida, ficar em casa se possível, sem que seja necessário que nos obriguem. Eu quero ficar em casa para evitar de contaminar ou ser contaminado, é uma decisão minha, é uma questão de sobrevivência, instinto, da mesma forma, por isso uso máscaras e tudo mais que é recomendo pela organização mundial da saúde (OMS). 

Sei que existe toda uma preocupação com o mercado, com a economia etc., mas assim; você investe no mercado? em que o mercado ajuda a sua vida? A não ser que você seja banqueiro investidor, NADA. A economia já estava quebrada antes da pandemia, não é seu sacrifício que vai recuperá-la, acredite, não fara a mínima diferença, ela continuara quebrada mesmo depois que você morrer. 

A história da humanidade é uma história de superação, passamos por guerras, desastres naturais, terrorismos e outras pandemias... e o que fazemos no dia seguinte? reconstruímos tudo, trabalhamos de novo, compramos de novo, e seguimos em frente. Sei que queremos novamente abraçar quem a gente ama, sair com os amigos, curtir a vida, mas não agora. Fique vivo para que possamos fazer isso em breve ou o quanto antes possível. Ora, tudo poderá ser refeito, poderá recuperar seu status social, financeiro e tudo mais, só que não tem volta é uma vida perdida. Esse não é o momento de fazer contas, relativizar vidas, salvar empresas, salvar o mercado financeiro, salvar economia, agora é hora de concentrar todos nossos esforços em salvar todas as pessoas. 

Espero que com esse texto você sinta uma mensagem de esperança em dias melhores em meio ao caos que estamos vivendo. Está difícil, estamos perdendo pessoas queridas, estamos sofrendo e cada vez mais confusos.  Meu apelo é: fique vivo. Tudo poderá ser reconstruído e reconquistado, esse momento será lembrado como mais um problema que superamos, mas para que possamos um dia brindar a isso, precisamos fazer de tudo para não perder a única coisa que não se pode recuperar, a vida. Tenha calma e cuidado agora para podermos daqui a pouco voltar a nós abraçar e ficar perto de quem amamos. Não importa o quanto perderemos de bens materiais agora, só não dá para perder a vida, é a única coisa que não tem volta.

Leave a comment

Please or register to post.

Add comment